Artigos

Home > Artigos > Você gerencia os riscos do seu negócio?

10/04/2019

Você gerencia os riscos do seu negócio?

Risco é a possibilidade de algo dar errado. Dentro de uma empresa esses erros podem gerar grandes prejuízos para o desenvolvimento do negócio. Por isso, a melhor maneira de prevenir esses danos é possuir uma gestão de riscos inteligente e eficaz.

A gestão de riscos é um conjunto de ações estratégicas que visam identificar, controlar e evitar os possíveis riscos, assim reduzindo ao mínimo possível os impactos dos mesmos dentro da empresa. A necessidade de realizar esse gerenciamento vai além da precaução, pois permite também que seja criado um ambiente de melhorias e segurança para os colaboradores e clientes.

Mesmo que seja de conhecimento geral que o que faz a diferença caso ocorra um evento inesperado é a empresa estar preparada ou não para isso, uma pesquisa feita pelo PMI (Project Management Institute), revelou que apenas 35% das organizações realizavam a gestão de riscos formalmente. A maior parte delas (54%) diziam gerenciar informalmente os riscos e 11% assumiram não tratar os riscos em sua empresa ou projetos.

O gerenciamento é essencial para a segurança da empresa, pois além de reduzir as incertezas que envolvem os processos internos e externos do negócio, quando aplicada de forma correta e estruturada, essa gestão colabora com o desempenho organizacional. Como resultado, também pode-se notar o aumento da eficiência dos processos e a capacidade de gerar valor.

Confira 6 passos para a execução de uma boa gestão de riscos:

1. Planejamento:

É a estratégia que será traçada definindo como será realizado esse gerenciamento de risco. Pontos como metodologia a ser utilizada, ferramentas e execução são assuntos necessários a serem decididos nessa etapa de planejamento;

2. Identificação:

Identificar os riscos e compreender os impactos dele são fundamentais para a realização de uma análise posterior. Nessa etapa deve se pensar, de acordo com o perfil do negócio, quais são os possíveis riscos que podem afetar a empresa. Os aspectos que envolvam certezas devem ser bem avaliados;

3. Análise Qualitativa:

Entender a importância do risco através de escalas médias de impacto e probabilidade. Deve-se avaliar quais são seus efeitos sobre a empresa e classificar quais são os mais prioritários e merecem maior atenção;

4. Análise Quantitativa:

Investigar o impacto e efeitos do risco com precisão numérica. Deve-se trabalhar os dados existentes e para investigar a probabilidade dos riscos e estimação dos impactos na empresa;

5. Planejamento de Respostas:

É nesta parte do gerenciamento de riscos que são construídas as estratégias de respostas para os riscos e os planos de ação para cada um. As soluções para a atuação sobre os riscos devem ser específicas e factíveis, aproveitando-se dos ganhos rápidos;

6. Monitoramento:

Acompanhar o comportamento dos riscos no tempo e a adequação do nível de exposição existente. Para isso, deve-se utilizar de sistemas, relatórios e indicadores.

A SISEN, associada à Fundação Dom Cabral, possui soluções educacionais que promovem melhoria de resultados a médio e longo prazo, visando o desenvolvimento estratégico da sua empresa. Entre em contato conosco e saiba mais sobre os nossos programas.



Rio de Janeiro

Av Rio Branco, 181 Grupos 1401 e 1402 Centro – RJ Tel. (21) 2262-7328

Sul Fluminense

Rua Alan Kardec, 50 grupo 703 Resende – RJ

Região Serrana

Rua Comary, 390 – Granja Comary Teresópolis – RJ